DAKA MARCA GOL DECISIVO CONTRA LASK

AUTORES DOS GOLS: DAKA (13’ DO 1T)

Nossa equipe derrotou o LASK por 1 a 0 na última partida da primeira rodada desta edição da bundesliga, fechando esta etapa com uma vantagem de dez pontos sobre o adversário de hoje.

o jogo

Apesar de cair muita neve logo antes do jogo, o campo foi preparado a tempo e a partida começou em condições normais. Em campo de fato verde, nenhuma das equipes deu brecha durante os primeiros minutos, o que inicialmente não levou a nenhuma jogada perigosa. Aos 13 minutos, Patson Daka entrou na zona de perigo deixando o zagueiro adversário Trauner para trás e ficando perfeitamente posicionado para receber cruzamento de Rasmus Kristensen. Daka marcou de cabeçada no segundo ângulo, nos levando à vantagem de um gol sobre o LASK.

O jogo continuou disputado, porém, no geral, tivemos um ligeiro domínio. Portanto, foi novamente Patson Daka que, aos 26 minutos após cruzamento de Enock Mwepu, poderia ter finalizado, mas infelizmente não conseguiu. E então, começou a melhor fase do LASK nesta partida: o nosso goleiro Cican Stankovic primeiro teve que defender uma finalização de Goiginger aos 28 minutos, e aos 34 minutos Eggestein sacudiu a rede, mas não pôde comemorar o empate devido à impedimento. Quase no final do primeiro tempo, aos 39 minutos, nossa equipe por pouco conseguiu marcar o segundo gol: Mergim Berisha disparou, porém chutou na direção do goleiro do LASK, que estava bem posicionado.

No início do segundo tempo, foi também a nossa equipe que teve mais chances, pressionando o adversário na tentativa de decidir a partida. No entanto, o jogo permaneceu disputado, especialmente porque o LASK foi capaz de aumentar o seu ritmo novamente. Wiesinger aos 14, Trauner aos 15 e Balic aos 17 do segundo tempo, levaram o nosso goleiro Cican Stankovic a fazer lindas defesas. O fato dele não deixar nenhuma bola passar, estimulou nossa ofensiva a brilhar novamente.

Aos 22 do segundo tempo, Enock Mwepu tentou finalizar, e logo após, Brenden Aaronson teve a melhor chance do segundo tempo: aos 27 minutos, o onipresente Rasmus Kristensen, como sempre, preparou e a nossa estrela americana tentou marcar de cabeçada, acertando, portanto, infelizmente na trave. Embora não tenhamos conseguido marcar o segundo, não houve suspense na fase final do jogo. A nossa defesa não permitiu avanços adversários e, no final das contas, manteve a vantagem nesta partida disputada.

depoimentos

Jesse Marsch:

Nós sabíamos que não seria uma partida fácil. LASK resistiu bem ao longo do jogo, mas nós tivemos mais jogadas perigosos e vencemos mais duelos, o que é particularmente incomum para nós contra o LASK. Até agora estamos indo bem, agora começa a segunda rodada, a parte mais importante do campeonato.

 

Rasmus Kristensen

O LASK é um dos nossos maiores rivais na luta pelo campeonato e queremos sempre vencê-lo, mas é sempre difícil, principalmente fora de casa. Tivemos uma vitória disputada hoje, e o 1 a 0 é um resultado maravilhoso que nos trouxe três pontos importantes. Estamos muito satisfeitos.

 

EscalaÇão

SUBSTITUIÇÕES

saiu Bernede e entrou Bernardo (21’ do 2T), saiu Berisha e entrou Adeyemi (29’ do 2T), saiu Aaronson e entrou Seiwald (47’ do 2T). 

CARTÕES AMARELOS 

Ramalho (49’ do 2T/Conduta antidesportiva) 

DESFALQUES 

Walke (Joelho), Okafor (Adutores), Sucic (Coxa)